Policial

TAXISTA FOI MORTO A FACADAS PORQUE NÃO TINHA TROCO PARA R$ 100

Postado em 12/03/2014 14:54 h | Fonte: Assessoria

JOINVILLE (SC) - Foi preso o suspeito de assassinar o taxista Miguel Ramos Martins, de 51 anos, em Araquari, Norte de SC. Miguel foi morto com pelo menos 15 facadas pelas costas no dia 3 de março, porque não tinha troco para R$ 100.

A informação é do delegado de Araquari, Rodrigo Aquino Gomes, que prendeu, na tarde desta segunda-feira, pessoas acusadas do crime - um homem, que seria o autor das facadas, e três mulheres que estavam com ele no carro. Damião da Silva Santos Lago, 23 anos, confessou a autoria do crime e será indiciado por homicídio qualificado por motivo fútil e traição (sem possibilidade de defesa da vítima). Daniela da Silva Santos Lago, 21 anos, irmã de Damião, Camila Alves da Veiga, 22 anos, tiveram prisão temporária decretada.

Uma quarta pessoa que também estava no veículo, uma adolescente de 16 anos, que seria namorada de Daniela, foi ouvida e vai responder um termo circunstanciado.

O grupo havia embarcado em outro táxi no dia do crime em uma boate na avenida Juscelino Kubitschek e seguido para o bairro Floresta. De lá, entraram no táxi de Miguel.

Segundo o delegado, os quatro confirmaram a versão de que, ao receber uma nota de R$ 100, o taxista teria dito que não tinha troco - a corrida deu menos do que R$ 30. A negociação acabou virando uma discussão e o homem, que disse estar embriagado, teria agredido o taxista a facadas. Damião já havia sido preso por roubo no Maranhão. O delegado apresentou os três presos na manhã desta terça-feira.

O assassinato motivou protesto de taxistas em Joinville, pedindo mais segurança. Depois disso, PM e taxistas discutiram plano de ação por mais segurança para a categoria em Joinville.

Fonte: anoticia.clicrbs.com.br

TAXISTA FOI MORTO A FACADAS PORQUE NÃO TINHA TROCO PARA R$ 100 TAXISTA FOI MORTO A FACADAS PORQUE NÃO TINHA TROCO PARA R$ 100

comentários

Deixe seu comentário

Os comentários são moderados, sua mensagem será avaliada e aparecerá ou não aqui num prazo médio de 24 horas.

Desenvolvido por:
w7br