Policial

Denarc desarticula conexão de venda de crack em Sergipe oriunda de Ji-Paraná

Postado em 27/08/2013 08:24 h | Fonte: Assessoria

Uma investigação do Departamento de Narcóticos (Denarc) da Polícia Civil resultou na prisão de quatro homens que traziam drogas de Rondônia para Sergipe. Toda a ação aconteceu na madrugada de quarta-feira, quando policiais apreenderam 20 quilos de crack que estavam escondidos em um caminhão bi-trem vindo de Ji-Paraná (RO). O veículo foi localizado em um posto de combustíveis da BR-235, na entrada de Aracaju, quando seus condutores faziam a entrega da droga. Os detalhes do caso foram apresentados ontem de manhã pelo Denarc.

Segundo as investigações, iniciadas a partir de uma informação repassada ao Disque-Denúncia (181), a droga teria sido produzida na Bolívia e adquirida em Ji-Paraná, de onde partiu o caminhão. O crack, de acordo com a polícia, foi vendido por Neviton de Castro Freitas, 38 anos, e seu pai, Nelson Santana de Freitas, 63. "O Nelson e o seu filho Neviton são sergipanos, mas moram no estado de Rondônia. Eles adquiriam a droga na Bolívia e contratava caminhoneiros para fazer o trabalho de 'mula', transportando a droga até os estados de Sergipe e Pernambuco", explicou o delegado Osvaldo Rezende Neto, do Denarc.

Ainda conforme o delegado, o caminhoneiro José Uilton Moura Barreto, 38, foi o responsável pelo transporte entre Ji-Paraná e Aracaju. Para o serviço, que exigiu disposição e cerca de três dias para percorrer mais de 4 mil quilômetros de distância, os acusados ofereceram-lhe uma recompensa de R$ 10 mil. Já o quarto preso, Adelmo da Silva Costa, 48, é apontado pela policia como responsável pela compra da droga e por sua revenda a traficantes menores de Aracaju. Todos os acusados são sergipanos.

Ainda segundo Osvaldo, há a informação que eles repassaram em Pernambuco mais 50 quilos de crack, vindo para Sergipe para comercializar os 20 quilos da droga com Nelson que repassava o entorpecente para traficantes menores em Sergipe. "O Nelson e seu filho viajavam até Pernambuco de avião e lá tinham à disposição uma caminhonete Hilux para transitar. Eles viajaram com esse veículo até Sergipe onde se encontraram com Nelson para fechar negócio", destacou.

Com os quatro acusados, também foram encontrados mais de R$ 70 mil em dinheiro, possivelmente pagos pelo crack deixado em Pernambuco, a Toyota Hilux citada pelo delegado, um Toyota Corolla e passagens aéreas, as quais, segundo a polícia, estavam reservadas pelos suspeitos para o caso de precisarem sair de Sergipe. De acordo com Osvaldo Rezende, a polícia continuará a apurar os desdobramentos do esquema, com a suspeita de que existe uma nova conexão de tráfico de drogas entre as capitais do Nordeste e a região de fronteira com a Bolívia, considerada uma grande fornecedora de cocaína.

Matéria: Jornal dia

Denarc desarticula conexão de venda de crack em Sergipe oriunda de Ji-Paraná Denarc desarticula conexão de venda de crack em Sergipe oriunda de Ji-Paraná

comentários

Deixe seu comentário

Os comentários são moderados, sua mensagem será avaliada e aparecerá ou não aqui num prazo médio de 24 horas.

Desenvolvido por:
w7br