Policial

COMODORO - BOPE mata o 4º assaltante das agências bancárias após troca de tiros, em Cuiabá

Postado em 02/12/2012 15:30 h | Fonte: Assessoria

O quarto assaltante de banco que participou do roubo as duas agências bancárias na cidade de Comodoro/MT, em 30/10, morreu, na noite de quinta-feira (29), no Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá, após trocar tiros com policiais militares do Bope (Batalhão de Operações Especiais), na região do Lago de Manso (100 km ao Norte da Capital), por volta das 21h30.

O bandido, conhecido como "Zóio de Boi", era um dos fugitivos da Penitenciária Central do Estado, em Cuiabá. Ele teria sido visto, desde sábado |(24), por moradores do entorno da Usina de Manso, que acharam estranha a movimentação do suspeito e acionaram a PM.

Segundo as informações, o assaltante reagiu ao ser abordado pelos militares. No confronto, foi baleado e não resistiu aos ferimentos. Com ele, os PM's apreenderam uma pistola Bersa 9 mm, de uso exclusivo das Forças Armadas.

No dia 10 de novembro, policiais do Bope trocaram tiros com quatro suspeitos de participar do assalto que voltavam da região de Comodoro, num Gol vermelho. Na ocasião, morreram Diego Alexsandro da Costa, de 25 anos, e Hermano de Araújo, de 31 - eles eram moradores no bairro Cidade Alta em Cuiabá.

O terceiro assaltante, Antônio Nilson Ribeiro da Silva, o “Coruja”, foi preso em flagrante, e o quarto ocupante do carro fugiu. A suspeita é que seja o assaltante morto no confronto de quinta-feira à noite.

Os quatro estavam num Gol vermelho, no qual os policiais apreenderam um fuzil AK 47, além de R$ 1,1 milhão, roubados das agências bancárias de Comodoro.

Segundo os policiais, eles receberam a informação de que os participantes do assalto a agência tinham saído da região e chegariam em Cuiabá no início da manhã do dia 10. Então, fizeram uma barreira móvel.

Assim que o Gol vermelho passou para ser abordado, os ladrões atiraram, inclusive, com o próprio fuzil. Ao revistarem o veículo, os policiais, apreenderam a arma e o dinheiro roubado.


O assalto

Os assaltantes invadiram duas agências bancárias da cidade de Comodoro – Banco do Brasil e Bradesco –, dias antes, e fizeram 20 pessoas de escudo humano, para garantir a fuga. Eles levaram todos os malotes com dinheiro das agências bancárias e se esconderam num matagal, a cerca de cinco quilômetros da cidade.

Na sequencia, os bandidos libertaram os 20 reféns e também as duas picapes utilizadas na fuga – uma S10 preta, que foi incendiada, e a Nissan Frontier, prata que foi abandonada.


Fuga PCE

Conforme a direção da Penitenciária Central do Estado (PCE), 35 presos conseguiram fugir. Todos os fugitivos eram do raio 3, setor onde se concentram os praticantes de furto e roubo.

COMODORO - BOPE mata o 4º assaltante das agências bancárias após troca de tiros, em Cuiabá

comentários

Deixe seu comentário

Os comentários são moderados, sua mensagem será avaliada e aparecerá ou não aqui num prazo médio de 24 horas.

Desenvolvido por:
w7br